Compartilhe essa Notícia:


Pretendo neste cordel 
Falar do triste dilema 
Dos sorteados no projeto 
Minha casa, meu problema!
Que antes da entrega 
Começa a desmoronar 
É triste ver essa cena.



Acontece em Fortaleza 
Que as casas de projetos 
Foram muito mal construídas 
Eu não posso deixar quieto! 
Quem fez só enriqueceu 
E o pobre que recebeu 
Breve estara sem teto.



Estão todas com defeitos 
Serviço de má qualidade
Material de terceira 
Venham ver se não é verdade!
Uma cai até as escapas 
Outras as paredes racham 
Senhor tenha Piedade!



Hoje uma caixa d'água 
Desabou-se veio ao chão 
Um serviço mal feito 
Já imaginou então 
Se os quinhentos litros d'água 
Fosse em cima dum cristão.



E assim caros leitores 
Quem tá em baixo só desse 
Moradias de qualidade 
Os pobres também merecem!
Recebe um serviço sucateado 
Fica mal acomodado 
E seu fulano enriquece.



 Antes de entrar na casa
Ela ja está caindo 
O camarada está Bem 
Só carrão Novo exibindo. 
E você vem me dizer 
Que é pra ficar calado 
Só ver e ficar sorrindo.



 As madeiras que usaram 
São de péssima qualidade 
Pouco o material
Desviado a metade! 
Nada sobra sempre falta 
O dono que compra o resto
Diga que não é verdade!



Fossas tão a céu aberto 
Da vergonha de se ver 
Tudo está imperfeito
Só se vendo para crer! 
Meu Deus que situação 
Não é brincadeira não 
Duvidas, pois venha ver!



Quadro: Babado do linguarudo

Créditos: Carlito fie de Sinhá 

Comentários do Blogger

0 Comentários